Atualidades

Por que a dívida do Brasil está crescendo?

Digamos que em determinado mês você gastou mais do que deveria. O que acontece? Se você tiver dinheiro guardado, precisará usá-lo para pagar a dívida. Mas, e se você não tiver uma poupança? Aí, você terá que pegar emprestado e, consequentemente, sua dívida será maior.

Resumidamente, é isso que está acontecendo com o governo brasileiro: gasta-se muito mais do que está sendo arrecadado. E a diferença é coberta com a emissão de dívida pública — no caso, títulos públicos, são papéis que prometem determinado pagamento em seu vencimento, que virá no futuro.

E o que acontece? A dívida brasileira vai aumentando; por isso tem se falado tanto em ajuste fiscal.

O objetivo deste ajuste é justamente reduzir a velocidade de acumulação desta dívida. Mas, como não sai do papel, o endividamento do governo aumenta cada vez mais — Somente em agosto, o aumento foi de mais de 3%.

Além disso, há um agravante: a dívida mais alta está associada a um custo mais elevado para mantê-la por causa dos juros pagos aos credores. Isto é, aumenta a tentação de não honrar esse pagamento no futuro por parte do governo. Em outras palavras, uma dívida maior é mais arriscada também para os credores, que podem não receber de volta o que foi combinado.

Dessa maneira, os credores passam a exigir taxas de juros mais altas para continuar financiando o governo — E para piorar a situação, o Banco Central luta para baixar a inflação de quase dois dígitos; e para isso faz uso de uma política monetária restritiva que aumenta os juros.

Sobre o autor

Empreendedor Magnético

Deixe um comentário