Empreendedorismo

Como fazer o replanejamento da sua empresa

Os clientes desaparecem, o estoque está cheio e as vendas diminuem a cada dia. Não há outra saída: é preciso realizar mudanças estratégicas na empresa para garantir a sobrevivência — Nessa hora, o replanejamento do negócio surge como uma das principais alternativas ao empreendedor.

Manter o plano de negócios atualizado é essencial, mas muitos empresários não se importam muito com esse detalhe. A consequência disso é percebida no desempenho da empresa, porque ignorar as mudanças do cenário no qual ela está inserida costuma ser prejudicial para o seu posicionamento estratégico. A lógica é simples: se você não estiver atento às alterações do segmento, não saberá como melhorar os processos para atender as novas demandas.

Quando o replanejamento é necessário?

O replanejamento do negócio pode ser motivado por diversos fatores. Em geral, ele decorre de resultado abaixo do esperado ou da ambição por algo melhor. A seguir, confira algumas das razões mais comuns para a mudança nos rumos de uma empresa.

1. Busca por financiamentos

Algumas empresas decidem aderir ao replanejamento antes de buscar investidores e financiamentos. A ideia é se adaptar aos requisitos necessários para o investimento, aumentando as chances de sucesso.

2. Crescimento da concorrência

De repente, um novo concorrente chega ao mercado da sua empresa para disputar a clientela. Nesse caso, o replanejamento pode ajudar a identificar os pontos fracos do seu negócio, a fim de encontrar um diferencial competitivo.

3. Negócio obsoleto

Com o avanço da tecnologia, alguns serviços/produtos acabam perdendo a utilidade. A obsolência pode levar as empresas a replanejarem todo o modelo de negócio para não decretar falência.

4. Problemas de gestão

Descontrole do fluxo de caixa, investimentos equivocados, falhas no recrutamento… há uma série de problemas de gestão que podem motivar o replanejamento. A ideia é utilizar o erro observado para refletir sobre o desempenho da empresa de modo geral.

5. Vendas em queda

Talvez esse seja o motivo mais comum para as mudanças no plano de negócios e na estrutura da empresa. Quando as vendas caem, dificilmente uma companhia consegue se manter ativa sem promover mudanças na operação.

Sobre o autor

Empreendedor Magnético

Deixe um comentário