Empreendedorismo Marketing Digital

8 lições de marketing de Philip Kotler

O autor americano Philip Kotler é um dos principais nomes do marketing contemporâneo. Segundo o Financial Times, ele é o 4º nome mais importante do setor — Atrás apenas de Jack Welch, Bill Gates e Peter Drucker. A seguir, confira algumas dicas do especialista para aprimorar o marketing do seu negócio.

1. Mais que um departamento

De acordo com Kotler, o marketing deve ter uma relação de interdependência com todos os departamentos da empresa: “O marketing não pode ser visto apenas como um setor. Na verdade, esse setor deve funcionar como uma força de papel decisivo para o sucesso de um negócio”, diz o especialista.

2. Siga o funil de vendas

Para o autor americano, o processo de uma venda pode ser dividido em seis etapas: prospectar clientes, entender as necessidades do público-alvo, desenvolver soluções, fazer a proposta, negociar contratos e fechar a venda.

Além disso, o funil serve para mostrar as principais diferenças entre o setor de marketing e de vendas — “O marketing é responsável pela criatividade e pelas estratégias apropriadas para chegar ao cliente, enquanto a execução fica com o pessoal de vendas”.

3. Valorize o ócio

Voltando às atribuições de um profissional de marketing, Kotler ressalta que o planejamento estratégico é importante, mas não deve sobrepor o processo criativo: “O marketeiro precisa de tempo para pensar e conceber as melhores ideias”, afirma.

4. Represente o consumidor

Em uma empresa grande o suficiente para ter um profissional de marketing, é papel do responsável pela área ser um porta-voz dos clientes. Para Kotler, valorizar os clientes é uma verdadeira estratégia de marketing: “A Apple, por exemplo, deixa uma cadeira vazia nas reuniões de diretores. Ela representa, simbolicamente, o consumidor”, de acordo com o autor.

5. Trabalhe na construção da marca

As relações comerciais ão baseadas numa relação simples: empresas vendem o que os consumidores precisam. Segundo o autor, “há companhias que vendem, por um preço alto, algo que pode ser encontrado em qualquer lugar. E se dão bem”.

Ele exemplifica essa tendência com o Starbucks: “Eles vendem café caro e são bem-sucedidos no Brasil, um dos países com maior produção mundial do grão. Isso é possível com a construção de uma marca”.

6. Seja um pouco jornalista

A construção da marca é intimamente ligada ao storytelling (a capacidade de contar boas histórias). Para mostrar a trajetória de sua empresa da melhor forma, afirma o autor.

Kotler recomenda que todo marketeiro seja um pouco jornalista: “O pessoal da imprensa se atém a todos os detalhes, sabe selecionar o que é mais importante na construção de uma notícia e sabem se expressar. Essas características são essenciais para quem trabalha com marketing”.

7. Seja socialmente responsável

O principal objetivo de um empreendedor é o lucro. No entanto, a busca pelo dinheiro não pode ser a única meta: “Consciência ambiental, ética e respeito não devem ser deixados de lado ao construir a sua marca”, afirma Kotler.

8. Almoce com o pessoal do financeiro

Para que o marketing se integre a todos os departamentos da empresa, deve-se mostrar a todos o que é feito pelo setor. Além disso, todos devem entender que o dinheiro gasto com estratégias de marketing não é um desperdício: “Seja amigo de todos. Almoce com o pessoal do financeiro, que toma conta do dinheiro e deve enxergar seu trabalho com mais ressalvas. Explique suas atividades e mostre sua importância”.

Sobre o autor

Empreendedor Magnético

Deixe um comentário