Comércio Eletrônico Finanças

Custo e preço: Como definir na sua empresa?

Custo e preço: Como definir na sua empresa?

Definir a melhor relação entre custo e preço de um produto/serviço costuma ser um desafio para os novos empreendedores. Além de considerar todas as despesas do processo, é necessário estipular uma taxa de lucro que garanta a sustentabilidade financeira da empresa — Tudo isso de acordo com o preço praticado pela concorrência.

E ainda fica mais complicado: adicione os encargos tributários, a inflação, as variações econômicas e a imprevisibilidade do câmbio. Em um cenário com tantas variáveis, entender como estipular a relação ideal entre custo e preço pode ser o diferencial da sua empresa.

Preço = custo + taxa de lucro

Em termos gerais, o preço é o valor estabelecido pelo empreendedor para venda de um produto/serviço. Além dos custos e das despesas, o preço inclui o eventual lucro (ou prejuízo) do empresário. Portanto, trata-se da soma entre custos, despesas e lucro.

Basicamente, a taxa de lucro do seu negócio que irá ditar o preço cobrado: quanto maior é o preço de venda de uma mercadoria em relação às despesas e custos necessários para produzi-la, maior será o lucro.

Custos e despesas

O custo pode ser caracterizado como o somatório de todos os gastos que a sua empresa terá no processo produtivo de um bem ou serviço, da fase inicial ao estado de consumo. Os principais custos estão relacionados a:

  • Matérias-primas e insumos;
  • Mão-de-obra e demais elementos humanos

As despesas, por sua vez, englobam gastos que não estão ligados à produção, mas que contribuem de forma direta ou indireta para o processo de venda e comercialização do produto/serviço. O aluguel de um estabelecimento e o pagamento de comissões a representantes comerciais são exemplos de despesas, pois não se relacionam a produção.

Além disso, os custos e despesas podem ser fixos ou variáveis. O custo fixo não está relacionado à quantidade produzida ou o volume vendido (aluguel), enquanto o custo variável depende da variação na quantidade produzida e vendida (matéria-prima).

Aposte na diferenciação

Definir a melhor relação entre custo e preço é importante, mas não deve ser a sua única preocupação. Depois de definir a combinação ideal para a sustentabilidade financeira da sua empresa, talvez seja mais interessante investir tempo para encontrar um diferencial para o produto — Alcançar o sucesso no ramo empresarial consiste em um desafio com pontos principais:

  • Para criar valor à empresa é preciso obter um retorno superior ao do concorrente médio;
  • Para obter um retorno maior que o do concorrente médio, seu produto deve ter uma vantagem ou você precisa competir em um setor extremamente aquecido, de alta demanda e baixa concorrência;
  • A vantagem pode ser obtida de duas formas: cobrindo um preço maior pelos produtos ou diminuindo os custos que envolvem sua produção.

Embora a relação entre custo e preço seja relevante para o sucesso empresarial, apostar na redução de custos e na criação de um diferencial pode ser a melhor opção para quem está começando a empreender.

Contabilidade sem Fronteiras

Sobre o autor

Empreendedor Magnético

Deixe um comentário